A Árvore do mal

      Nenhum comentário em A Árvore do mal

As cartas do Trevo e da Cruz são famosas pela sua ambivalência, porém a Árvore, que também é fortemente marcada por esse caráter ambíguo, não é muito percebida como tal. É comum se ver uma inclinação a interpretá-la como uma carta essencialmente positiva e geradora de progresso, o que também pode ser correto em certos contextos, embora eu a veja comumente em situações muito ruins.

Alguns oraculistas a interpretam como carta negativa e eu tendo a aceitar mais essa visão.

A Árvore em certas associações costuma aparecer em casos de assassinato, tortura, prisão, sérias doenças físicas e psicológicas, assim como a interação num ambiente cujas desavenças e os problemas parecem não terminar nunca.

Portanto, antes de comemorar aquela arvorezinha em seu jogo, olhe quem são as suas cúmplices!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.